Recordar é viver

O goleiro Saja foge um pouco do esterótipo do argentino. Pelo simples motivo que ele fala numa boa, sem parecer marrento nem nada. Até leva brincadeira na boa. Não é sempre que dá pra lembrar um argentino de uma sacolada que eles tomaram, portanto quando aparece a chance, tem que aproveitar.

Ontem apareceu. Lá estava o gringo falando do confronto com os colombianos do Cúcuta, quando me lembrei dos 5 a 0 que a Argentina tomou em Buenos Aires nas Eliminatórias para a Copa de 1994, dia do meu aniversário em 1993 (presentaço!). Pensei, cito ou não cito? Ah, foda-se, aproveitei que tinha dois repórteres da Colômbia na sala que iriam levar o assunto adiante e larguei: “Fica alguma mágoa para os argentinos com os colombianos por causa daquela goleada ainda?”. Ele só riu e admitiu que sim, que todo jogador colombiano que vai para a Argentina tira um sarrinho. E depois completou: “Mas tudo bem, porque depois nos classificamos para as Copas e eles…”

Para quem não lembra da patrolada, olha o vídeo aqui embaixo. É demoradinho, mas vale, afinal são os hermanos tomando cinco em casa… coisa linda…

A propósito de Grêmio, mais uma vez: esqueçam Paulo Baier. Não vem.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: