Archive for abril \30\UTC 2007

Matriz

abril 30, 2007

Logo depois do segundo gol do Grêmio, a torcida começou a gritar no Jaconi: “Al, al, al, Juventude é filial“. Quem sou eu para negar?

***

Na semifinal contra o Caxias no Centenário, eu elogiei aqui o estádio e principalmente a visibilidade das cabines. Não dá pra dizer o mesmo do Alfredo Jaconi. O espaço era mais ou menos o mesmo, só que enquanto lá era eu sozinho na cabine, ontem eram uns quatro ou cinco. Resultado que metade dos gols eu tive que me esticar todo para ver. Para se ter uma idéia, a visão que eu tinha da “ferradura norte” como eles chamam era essa…

jaco1.jpg

… enquanto a da “ferradura sul” era essa:

jaco2.jpg

***

Aliás, torcida xarope a do Juventude, vou te dizer. Tudo bem que eu tô pegando implicância com todas as torcida, mas ontem foi chato mesmo. A impressão que fica é que eles tem um mega recalque com Porto Alegre e extravasam isso nos jogos. Por exemplo, faixas escrito “anti grenal” eu contei umas três ou quatro. Aí, antes de começar o jogo eles resolveram xingar o pessoal “da capital”. Só que era uma coisa meio atrapalhada, só dava para ouvir o “p.. no c.. da capital”. Pô, lição número 1, se tu vai xingar alguém, a primeira coisa que tu precisa é se fazer entender.

Então assim, se eles quiserem realmente aprender mais uma coisa, podem vir para cá que o pessoal da capital ensina a xingar também.

***

Nessas de xingar, tá na cara para a torcida do Ju que a culpa do fracasso deles é do Maurício Saraiva. Só pode. Porque tudo que acontecia era um tal da Mauricio FDP pra cá, Maurício FPD pra lá. O árbitro anulou o gol? Maurício FPD. O cara errou o gol feito? Maurício FPD. O André tomou o gol mais ridículo do Gauchão? Maurício FDP.

***

Ao contrário do Centenário, as rádios de POA não pegavam no meu rádio no Jaconi. Então ouvi toda a transmissão por uma rádio de lá. Acho que Rádio Caxias. Era AM 930. Confesso que foi bem divertido. E educativo de certa forma, para ver que no final das contas todos somos bairristas. Mas é engraçado ouvir os bairristas não sendo eles. Aí óbvio que toda a transmissão era pró-Juventude. Aquela coisa de na hora de entrar em campo “Entra o Ju que vai amassar o Grêmio” e tal… Rolou até uma narração do hino. Lá pelas tantas, durante o hino brasileiro, entrava um repórter e dizia: “Agora, todo mundo cantando”, “Coisa linda isso, lindo demais”. Achei muito pop na real. Mas a cereja do bolo foi quando uns minutos depois do ultra-mega-super frango do André, entra um cara e diz: “Se a gente for analisar friamente, será mesmo que o André errou?”.

Será?

***

Falem o que quiser, mas é impressionante como o Paulo Pelaipe rende pautas. Não dá, a gente vê que tem horas que ele tenta, faz uma força para se segurar, até que chega um ponto que não se agüenta. Ontem eu estava tentando entrevistar ele bem numa dessas horas que ele não agüentou. Viu o repórter da Rádio Caxias e largou a xingar o gordinho. Foi um tal de toma de lá e retruca de cá que era uma beleza. E olha, a coisa não foi mais feia por detalhe. Digamos que as ofensas foram muito além do “você é bobo”. Digamos que elas envolveram até aquela parte mais pontuda que os bovinos têm na cabeça. Mas no diminutivo, o que fez com que ficasse impossível não rir na hora.

Pena que marchei na entrevista, óbvio. Porque o Pelaipe tava tão puto da cara que saiu dali bufando e não falou nada.

***

Aliás, falando em não falar nada, alguém podia dar uma letrinha para o Mano Menezes que às vezes entre falar uma bobagem e não falar nada, opte pela segunda. Em alguns casos se entende, mas não no de ontem. As duas perguntas as quais ele reagiu com ironia foram mais do que normais: “Por que você substituiu o Carlos Eduardo?” e “Você acha que o Saja falhou nos gols?”. Dizer que ele tira o jogador quando ele é bom e que a goleira é grande não pega bem pro Brother Menezes. Por essas e por outras que entre os jornalistas é cada vez maior a impressão de que um corta-unha às vezes cai bem.

***

Para terminar? Sabe que música tava rolando no vestiário do Grêmio na sexta-feira depois do treino? Arrisca alguma? Arrisca um pagode ou um sertanejo? Que nada, muito melhor. Escuta aí

Anúncios

815

abril 27, 2007

Acredito na promessa dos produtores de Lost de que o seriado não vai ter nenhum final desses especulados na internet. Portanto, espero que o final do episódio dessa semana não deixe na reta…

Até quarta que vem, resta o trailer

Top 18-rated

abril 27, 2007

Já estava até sentindo falta de uma lista, no Orkut eu até estou naquela comunidade “Top 5”. Aí quando nada de novo aparecia, vem a revista Empire e para comemorar os 18 anos, organiza uma lista dos melhores momentos 18-rated no cinema. E quem ganha?

alienw.jpg

A vitória, bem justa aliás, fica com Alien – O Oitavo Passageiro e a cena em que o bicho sai da barriga do cara.

Os outros quatro primeiros são A Profecia (a cena da decapitação), Um Lobisomem Americano em Londres (a cena da transformação), O Exorcista (a cena da, do digamos momento íntimo, com o crucifixo) e, believe, Negócio Arriscado (a cena em que a Rebecca De Mornay chama o Tom Cruise na chincha).

Very well, Mr. Bond

abril 27, 2007

bgirl.jpg

Gostou da morena? Holandesa, nasceu no dia 5 de setembro (boa essa data, hein?) de 1976, atende pela graça de Carice van Houten, está em Black Book, filme mais recente do Paul Verhoeven – leia-se Instinto Selvagem e Robocop – e tende a ficar bem mais conhecida porque é a moça mais cotada para ser a próxima Bond Girl.

Pop

abril 27, 2007

popmarte.jpg

Eu mosqueei e não vi nenhuma delas ao vivo, nem a última. Mas pelo que eu via pela TV, a turnê Zoo Station era a melhor do U2 em termos de repertório, até porque eles recém tinham lançado o Achtung Baby, que é o melhor disco deles e que entra fácil em qualquer top 10 de todos os tempos. Se a gente for analisar a estrutura toda do show, no entanto, a turnê PopMart, de 1997, é imbatível. Talvez alguma das turnês dos Rolling Stones chegue perto. Mas perto, passar nem a pau.

Buenas, tudo isso pra lembrar que o U2 está preparando o lançamento em DVD da PopMart. O show vai ser um feito no Foro Sol Autodromo, no México. A coisa toda na real já havia sido lançada em vídeo em 1998, mas agora ganha todas os recursos e frescuras do DVD, como som melhor e um bando de extras – são dois discos. Entre os quais faixas ao vivo de “Please”, “Where the Streets Have no Name”, “Discotheque” e “If You Wear That Velvet Dress”, todas gravadas na Holanda. Rola também os clipes de “Staring at the Sun” e “Last Night on Earth”. Para completar, quatro documentários: Lemon for Sale, The Road to Sarajevo, A Tour of the Tour e Last Night on Earth. Não existe ainda uma data definida para o lançamento.

Ah, o setlist do show era o seguinte:

‘Pop Muzik’
‘Mofo’
‘I Will Follow’
‘Gone’
‘Even Better Than The Real Thing’
‘Last Night On Earth’
‘Until The End Of The World’
‘New Year’s Day’
‘Pride (In The Name Of Love)’
‘I Still Haven’t Found What I’m Looking For’
‘All I Want Is You’
‘Staring At The Sun’
‘Sunday Bloody Sunday’
‘Bullet The Blue Sky’
‘Please’
‘Where The Streets Have No Name’
‘Lemon’ (Perfecto mix)
‘Discotheque’
‘If You Wear That Velvet Dress’
‘With Or Without You’
‘Hold Me, Thrill Me, Kiss Me, Kill Me’
‘Mysterious Ways’
‘One’
‘Wake Up Dead Man’

Cinco anos

abril 26, 2007

Tá, a volta de Heroes foi bacana, manteve o mesmo padrão dos anteriores, mas foi meio corrido demais, não? Agora, se o próximo episódio estiver à altura da expctativa criada pelo trailer, o bicho vai pegar às ganhas.

Murphy vive!

abril 26, 2007

sombreroo.jpg

Murphy definitivamente, é o cara. Cada vez mais. O ser mais onipresente que já existiu.

Começa o ano e em conversa com o editor fica acertado que o jornal vai mandar repórter para cobrir os jogos da Libertadores, seja eles onde forem a partir da segunda fase. Beleza, já que são poucas as chances de que Inter e Grêmio não passassem da primeira fase. Ok, o Inter foi lá e fez a façanha de ser eliminado antes. Então, com a perspectiva cada vez maior de classificação do Grêmio o setorista pouco viajado junta toda a papelada necessária, marcha os R$ 90 queprecisa e encaminha o passaporte. O Éverton faz o gol, classifica o time e tudo aponta para um confronto contra algum mexicano, talvez um chileno. Certinho, para quem nunca saiu do país, já é alguma coisa.

Aí chego ontem na redação e faço uns cálculos. Dependendo dos resultados, o Grêmio poderia pegar o São Paulo. Mas era algo muito improvável, já que além do time do Muricy ter que empatar em casa com o pouco conhecido Audax, os eliminados River e LDU precisam ganhar seus jogos em casa. O Necaxa bater o Alianza, que também era preciso, era algo esperado. Resumindo, para o Grêmio pegar o São Paulo precisava acontecer quatro resultados, todos exatos.

Deram todos e o passaporte agora só vai ter um carimbo se o Mano bater o Muricy. Ao invés do México, vamos da irritante São Paulo mesmo.

Murphy vive!

***

Em tempo. Para mim, Grêmio e São Paulo é jogo parelho e sem favorito. No Gauchão dá Grêmio fácil.

Eurico Gore

abril 25, 2007

tap.gif

 Se é pra ser o maior, então vale tudo, mesmo convocar bandas que não existem. Al Gore, no seu momento Eurico Miranda, está reunindo todas as bandas possíveis e imagináveis para participarem do Live Earth, dia 7 de julho. Já estavam acertadas as presenças de grandões como Madonna e Red Hot Chilli Peppers. E agora o mais novo integrante do set list é Spinal Tap. E daí? Daí que Spinal Tap foi uma banda pesada e fictícia criada para o “documentário” This Is Spinal Tap, de 1984. O show da “banda” vai acontecer em Wembley e junto vai rolar o lançamento do novo single, “Warmer than Hell”. Nome bem apropriado para a causa, aliás.

Transpiração otimista

abril 24, 2007

Daqui a pouco, devo estar indo para o Olímpico para o jogo do Grêmio com o Cerro. Acho que dá Grêmio e dá fácil porque o Cerro é o pior time do grupo. Esse papo de que os paraguaios evoluíram ao longo da competição soa como preparação para a necessidade de uma eventual desculpa. Se evoluiu tanto, porque até agora ninguém tinha dito isso? Foi a mesma coisa que o Odone antes do jogo contra o Caxias reclamar do regulamento do Gauchão. Lamentável e dispensável.

Se eu acho que dá Grêmio, os paraguaios acham outra coisa. Pelo menos é o que diz a matéria do ABC Color. “El cuadro paraguayo transpira aires de optimismo y confianza para el gran duelo de la fecha“, escreve o jornalista César Agüero na edição de hoje.

abc.jpg

Pouca vergonha!

abril 24, 2007

O filme mais esperado do ano promete cenas chocantes e nudez frontal.

Ah, tava achando que ia ver uma gostosona pelada… Que nada.

barto.jpg

Quem vai aparecer como veio ao mundo é… Bart Simpson!!!! Isso mesmo, o primogênito de Homer vai ter seu momento sexy quando o filme entrar em cartaz no meio do ano. O curioso é que por causa disso, The Simpsons deve entrar para a história do cinema. Isso porque seria o primeiro filme a ter uma cena de, vá lá, nu frontal e escapar da classificação R, o “restricted”.