Sheik Sheik Sheik

sheik.gif

A história começou mais um menos assim, em um telefonema para um empresário na semana passada, quando eu queria saber se tinha alguma chance do preparador Paulo Paixão voltar para o Grêmio.

– E o Paixão, alguma chance de voltar da Rússia?

– Olha, chance sempre tem, mas ele tá ganhando muito lá. O Mário Sérgio já assumiu aí no Sul?

– Não, não, ele até esteve bastante cotado, mas o Grêmio acabou fechando com o Vagner Mancini.

– O Mancini que estava na Arábia?

– Esse mesmo. Já até anunciaram oficialmente.

– Mas pô, o cara foi demitido lá pelos árabes.

– Não, não, ele que saiu, teve até rescisão e tal.

– Não, o que os árabes disseram é que ele foi demitido.

Como a versão aqui era oposta, resolvi ir atrás da história. Como não apenas a língua é diferente como também os próprios caracteres, foi mais xaropinho. Restou achar os sites de notícias dos Emirados Árabes que fossem em inglês. E não é que o que os caras noticiavam lá era mesmo a versão que o empresário tinha me passado? Em pelo menos quatro matérias, o texto deixa claro que a versão lá é a da demissão. Ficamos naquelas de publicar ou não e achamos melhor esperar e conferir melhor. No dia seguinte liguei de novo para o empresário que me confirmou tudo de novo e me conseguiu até o telefone do sheik, presidente do clube, mas avisou que ele não atende número que não conhece. Ou seja, necas. Resolvi tentar os sites mesmo. Mandei mails para todos que era possível essa ferramenta, mas os malditos voltavam uns dois minutos depois do envio. O único que não voltou ninguém respondeu. O site oficial do clube não atualiza nenhuma notícia há semanas.

Até que o Mancini voltou para o Brasil, então o mais rápido era tentar ver isso com ele. Na segunda-feira ele estava em vôo, então sem chance. Na terça, fui conseguir o telefone da casa dele só lá pelas 21h30. Liguei e ele tinha saído e estava sem celular. Ficou para ontem mesmo. Claro, sempre com o receio de que demorando para publicar qualquer coisa, alguém publicasse. Mas o editor já tinha deixado claro que para darmos alguma coisa, teríamos que falar com ele também. Até que finalmente ontem de noite, quando ele foi na rádio Guaíba, consegui mostrar as tais notícias e conferir a história. Segundo ele, quem escreveu lá está mal informado. O Mancini assegura ter toda a documentação que prova que houve uma rescisão, incluindo aí a carta do dirigente do clube. E enfim deu pra publicar a história num parágrafo final.

***

Aliás, votação, com quem o Mancini parece mais: o Lurch, mordomo da Família Addams, ou o Rodolfo, aquele bizarro que tinha no SBT junto com o mais bizarro ainda ET?

Eu voto no Rodolfo.

rodolfo.jpg

***

Alguém lembra da festa pelos 21, 22 ou 23 anos do Mundial do Grêmio? Alguém lembra de bolo na Esquina Democrática por isso? Simples, porque não teve festa para 21, 22 ou 23 anos. E é óbvio que só tem comemoração pelos 24 porque semana que vem o Inter comemora um ano e promete um festão. Mas faz parte…

Anúncios

Uma resposta to “Sheik Sheik Sheik”

  1. Gabriel Says:

    muito bom este post. Desta vez eu entendi…
    (eu acho).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: