O Fernandão, o Cabeça, os Eucaliptos e a Liz

Sorry, my foot is burning.

***

Que jogo, hein? Até uns 40 minutos do segundo tempo eu tava achando com cara de crime. Até que veio o pênalti…

***

Não foi, obviamente, por causa da arbitragem que o Inter ganhou o jogo. Foi um jogo de meio-campo, pressão quase que o tempo todo. Fora que camisa nessa hora pesa. Até acho que é bem possível que o time do Abel embale agora e leve essa Copa do Brasil.

Mas que o homem deu uma mão, deu…

***

Alguma dúvida ainda sobre a importância do Fernandão? A direção devia fazer uma estátua pra ele quando for embora. Aliás, em termos de história (veja bem, HISTÓRIA e não QUALIDADE)… eu sei, vou tomar pau, mas enfim… em termos de história, o Fernandão é o jogador mais importante que o Inter já teve. Sim, mais que Falcão, mais que Carlitos e mais que qualquer outro.

***

Comentário puramente musical sobre as torcidas. Os gremistas costumam cantar mais pro final do jogo uns versos com a melodia de “Pingos de Amor”, uma música do chato do Zeca Baleiro. Os colorados cantarolam “Seven Nation Army”, do White Stripes.

Goleada vermelha.

***

E eu tinha preconceito contra franjas…

Desculpa, Gi.

***

É como aquele cara que diz que ficou com a Aline Moraes e ninguém vai acreditar, então nem adianta falar. Por isso pensei em nem comentar, mas juro que é verdade. Até chamei outros repórteres, mas quando eles chegaram a cena tinha terminado. Eu juro. Na segunda-feira, no final do treino eu vi vários torcedores do Grêmio pegando autógrafos e tirando fotos com o Nunes. Sério. Prometo que quando eu enxergar alguém abraçado no Celso Roth eu tiro uma foto pra provar.

***

Curti fazer a matéria que abre a página 27 de hoje (já é quinta, né) do jornal. A minha idéia era ir até Ivoti para apresentar o adversário que o Grêmio vai ter nesse amistoso de sábado. Aí terça liguei pro clube de noite pra ter algumas informações, já que um dirigente tinha me dito que o Ivoti era profissional, mas no site da FGF não tinha nada. Ligo e atende uma moça, me apresento e tal e pergunto:
– Tu poderia me confirmar alguma competição que o Ivoti dispute ou disputou ano passado?
– Olha, melhor tu ligar amanhã porque eu não faço nem idéia.
Isso no próprio clube. Mas ok, liguei na quarta de manhã, queria saber que horas era o treino da tarde. Só a terceira pessoa, o tesoureiro, soube me falar. Não ia ter treino nenhum. Bom, então resta pegar com ele mesmo algumas informações.
– Quem é o técnico?
– O técnico é o Cabeça.
– Ah, o Cabeça. E tu poderia me dizer o nome do Cabeça?
– Olha, a gente chama ele de Cabeça, mas eu nem sei o nome dele na verdade.
– Hummm… e o estádio ou o campo, como se chama?
– É o Estádio dos Eucaliptos. Mas sabe… o pessoal já cortou todos os eucaliptos, não ficou mais nenhum. A gente até plantou umas mudas de figueiras. Mas já têm umas partes com sombra.
Vai dizer, sombra é importante né? Bom, mais tarde resolvi ligar para o presidente que ficou de um pouco depois me conseguir o time. Deixei o número do jornal e uns 10 minutos depois alguém me liga. Era o Cabeça. Gente boa, gostei de entrevistar o Cabeça. Perguntei se ia ter treino e ele disse que não porque infelizmente alguns jogadores iam estar na aula de noite. Educação também é importante. Educação e sombra. Mas enfim, o Ivoti vai enfrentar o Grêmio sem ter treinado sequer uma vez esse ano. Mesmo assim, achei o Cabeça bem confiante. Ele disse que acha que o Celso Roth vai pensar no São Paulo e por isso vai povoar o meio de campo para o amistoso.
– Vou tentar manter a posse de bola no meio de campo deles.
– E já que o Ivoti vai ser o São Paulo, quem é o teu Adriano? – perguntei, meio que brincando.
– O meu Adriano é o Fernandinho, que já jogou no Guarani de Garibaldi e de Venâncio.
Promete esse Fernandinho. E esse amistoso. Vou tentar ficar em um lugar com sombra lá no sábado.
Ah, o nome do cabeça é José Bavaresco.

***

Hoje de noite volta o Lost. Mas depois que várias pessoas ficaram surpresas com algumas coisas nos últimos episódios e eu perdi as surpresas, resolvi que não leio mais nada nesses sites. Só as críticas e olhe lá. Tenho cada vez mais medo de spoilers.

***

Ficou grande esse post hoje, né? Então pra dar uma respirada no final… Liz Hurley, que um dia já reinou sozinha como a melhor de todas…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: